• Categoria do post:Blog
O cotidiano do século XXI é dinâmico, rápido e produtivo. Porém, espiritualmente e em termos de humor e emoção, talvez nunca tenhamos estado sob tanta carga negativa em nossas vidas. Preocupações, estresse, fadiga, falta de paciência, mau humor… tudo  deixa traços em casa. Por isso, cada vez mais as pessoas estão refletindo sobre como fazer a limpeza espiritual em residência. Quem utiliza defumações e incensos frequentemente tem o hábito de realizar limpezas em ambientes – deixando o clima mais leve, “empurrando” para fora energias negativas e permitindo que a motivação possa fluir de forma mais natural. Contudo, a grande questão é – quais ervas usar? Bom, quando se trata de limpeza e ambientes, a melhor resposta é o tradicional composto de 7 Ervas que há muito ouvimos dizer.

Como fazer a limpeza espiritual em residência com as 7 ervas?

Sabe-se que o número 7 é símbolo de sorte, proteção e espiritualidade. Assim como a semana tem 7 dias e o arco-íris tem 7 cores, poderíamos escrever páginas a fio exemplificando os mistérios e a força deste número. Desse modo, além de aumentar o espectro dos efeitos ao combinarmos as funções energéticas de 7 plantas aromáticas poderosas, fazemos isso sob o mistério da união dessa quantidade de elementos, potencializando assim a sua função de limpeza e proteção. A Inca Aromas é a primeira a produzir o famoso Incenso de 7 Ervas em varetas, feito a partir de plantas, resinas, cascas, óleos aromáticos e sal grosso. Portanto, este é Incenso Original de 7 Ervas que hoje é amplamente imitado por diversas outras marcas!

As plantas que reunimos nesta alquimia são:

  1. Almecega: também conhecida como breuzinho, é considerado o “aroma exotérico brasileiro” ou a “mirra brasileira”, usada milenarmente pelos índios e povos da Floresta Amazônica como medicamento e também para afastar as energias negativas.
  2. Arruda: essa erva é uma das mais utilizadas até hoje por benzedeiras e curandeiros brasileiros, tendo proliferado nas culturas indígenas, afro-brasileiras e até algumas vertentes cristãs no Brasil. A arruda possui um odor extremamente característico e desde os tempos da Grécia Antiga é uma erva usada em rituais para afastar doenças, males e também a inveja e o mau olhado. A arruda é uma erva de limpeza na acepção mais verdadeira da palavra, mas também é utilizada em chás com fins calmantes.
  3. Mirra: a mirra é uma erva poderosa e presente na humanidade desde muito aéntes de Cristo – uma das principais ervas rituais no mundo. Os egípcios já a utilizavam no culto a Amon-Rá e também como elemento no processo de embalsamamento. Até hoje, é usada no preparo de medicamentos, tendo em vista suas propriedades antissépticas. A mirra proporciona uma limpeza de ambientes que começa no nível de higiene, livrando locais de organismos contagiosos e segue até a esfera espiritual e energética. A fragrância dessa erva concede aos incensos um tom leve terroso e por essa mesma razão, também é usada como aditivo em vinhos, perfumes e cosméticos.
  4. Benjoim: o benjoim é uma planta originária das regiões tropicais da Ásia, que cobrem principalmente a Tailândia e a Indonésia. A partir dessa planta, civilizações desde a Antiguidade produzem e queimam uma espécie de goma. O objetivo da defumação sempre foi o de afastar de casa adversidades, conflitos e situações de discórdia. No nível clínico, o benjoim possui interessantes propriedades antissépticas e expectorantes, o que reforça ainda mais seu papel de limpeza em incensos e até mesmo inalações feitas com água e goma.
  5. Olíbano: uma das grandes ervas ancestrais, o olíbano é também conhecido como frankincenso… o “verdadeiro” incenso. Obtido a partir de árvores presentes na África e Ásia, o olíbano é uma resina aromática tida como a primeira usada em rituais que envolviam defumações. Junto à mirra e ao ouro foi um dos presentes oferecidos ao menino Jesus – e é uma das ervas mais presentes nas Escrituras Sagradas.
  6. Estouraque: um dos incensos mais antigos que se tem registro. Era parte da composição do Incenso Puro do Altar do Tabernáculo, que Deus pediu para que Moisés queimasse simbolizando a oração do Sacerdote e de todo o povo. Seu aroma doce e floral é surpreendentemente agradável e ativa as nossas memórias devocionais.
  7. Cabreúva: a cabreúva é uma árvore relativamente comum no Brasil – sua seiva e resina possui ação comprovada contra doenças pulmonares. O bálsamo aromático pode ser obtido com incisões no tronco da árvore – que por sinal pode atingir até 30 metros de altura.
Claro que reunir todas essas ervas para uma defumação pode dar um trabalho danado… por essa razão, a Inca Aromas selecionou criteriosamente estas sete ervas em uma união, que inclui ainda o sal grosso (como ativo e conhecido desintegrador de energias antigas e estagnadas), produzindo um incenso único e exclusivo que você pode facilmente acender e sentir os benefícios por si mesmo. Incenso de 7 Ervas é disparado o campeão de vendas da Loja Inca Aromas e se você ainda não conhece, chegou a hora! Agora que você já sabe como fazer limpeza espiritual em residência, traga paz e tranquilidade para o seu lar!

E-books Inca Aromas

Aproveite para aprender com a Inca Aromas um pouco mais sobre a origem dos incensos e os benefícios para o corpo e alma, basta acessar nosso e-book. Aprenda também sobre os diversos tipos de meditação e o mais indicado para você. Confira!
Guia dos incensos para cada signo
Conheça também nosso Guia de Incensos para cada Signo!