Marketing Sensorial Para Empresas — Marcas que Usam os 5 Sentidos

O marketing sensorial para empresas é uma das subdivisões do marketing mais criativas e impactantes para o consumidor. Ele é uma estratégia que visa criar ou reforçar um vínculo de marcas com clientes, por meio de estímulos aos cinco sentidos.

Veja alguns exemplos de sucesso que separamos neste artigo!

O marketing sensorial para empresas 

A exploração dos cinco sentidos nas estratégias de marketing está alinhada a uma forte tendência de valorização de pequenos momentos. Afinal, o comportamento do consumidor está  mais voltado às interações momentâneas e à sua ligação pessoal com as marcas.

1. Mahogany 

A linha de perfumes e cosméticos Mahogany reinventou os ambientes da sua rede de lojas com a inserção do music branding. Para isso, a empresa adotou em seus pontos de venda o uso de uma programação musical alinhada com os seus valores. O resultado foi benéfico tanto para as colaboradoras, que rendiam mais em um ambiente dinâmico. Mas, as clientes também puderam vivenciar uma experiência de compra mais animada.

2. Dunkin’ Donuts 

O caso da Dunkin’ Donuts é um dos mais conhecidos do marketing sensorial. Em Seoul, capital da Coreia do Sul, a empresa instalou um dispensador de aroma com o cheiro do seu café em vários ônibus da cidade. A fragrância era dispensada toda vez em que um anúncio da marca tocava na rádio interna dos ônibus, o que aumenta a conexão sensorial com o público. O resultado dessa ação foi um aumento de 29% nas vendas de café da Dunkin’.

3. Lacoste

A Lacoste também passou a utilizar o marketing sensorial por meio da música. A empresa tinha a necessidade de entregar uma experiência mais completa, especial e original para os seus clientes. Nesse  sentido, o uso de uma trilha sonora condizente com a identidade e a história da marca foi essencial.

Como aplicar o marketing sensorial na sua loja? 

Para implantar o marketing sensorial é importante seguir três bases: os valores da marca, o seu mix de produtos e o gosto do seu público. O primeiro deve estar presente em qualquer sensação trabalhada em uma ação. Ou seja, o cliente deve notar a sua marca, independentemente do sentido estimulado. O segundo e o terceiro fator são mais estratégicos e têm relação direta com a venda.

Agora que você já sabe a importância do marketing sensorial para empresas, coloque as dicas em prática e veja os resultados. Para mais artigos da área, acompanhe o blog da Inca Aromas!